Notícias


Postado em 03/10/2019

Com vendas de caminhões em alta, Fenabrave revisa projeções para o ano

Entidade eleva expectativa para veículos pesados, cujo crescimento passa de 18,4% para 35% na nova previsão

SUELI REIS, AB

 

O forte desempenho do mercado de veículos comerciais pesados, que inclui caminhões e ônibus, fez com que a Fenabrave revisasse sua projeção de vendas para 2019 pela quarta vez no ano. Divulgada na quarta-feira, 2, junto com o balanço de vendas do ano até setembro, a nova previsão altera somente os números para caminhões e ônibus (veja tabela completa abaixo), uma vez o volume de emplacamentos dão claros indícios de que deixariam a projeção anterior defasada.

 

Se antes o setor de distribuição previa a venda de 113,1 mil caminhões e ônibus em 2019, agora este volume deve passar das 129 mil unidades, segundo a nova previsão. Isso significa que o crescimento passa de 18,4% para 35% no segmento de veículos pesados.

Na nova previsão, a Fenabrave aponta que o mercado de caminhões deve encerrar 2019 com volume de venda superior a 102,2 mil unidades, representando crescimento de 33,8% sobre os 76,4 mil licenciados em 2018. Na projeção anterior, divulgada em julho, os concessionários previam volume de 89,8 mil veículos e alta de 17,6%. Esta será a primeira vez que o segmento supera a casa das 100 mil unidades, o que não acontecia desde 2014, quando as vendas de caminhões somaram 137 mil unidades.

Em seu balanço, a entidade que representa o setor de distribuição de veículos indica que as vendas de caminhões cresceram 40,6% no acumulado de janeiro a setembro contra mesmo período do ano passado ao emplacar mais de 74,7 mil unidades. Só em setembro que as vendas foram 3% menores que as de agosto, com 9,3 mil unidades devido ao menor número de dias úteis, 21 contra 22, respectivamente.

O presidente da Fenabrave Alarico Assumpção Júnior reforça que a categoria de caminhões pesados (PBT acima de 15 toneladas) continua puxando o resultado, graças à demanda do agronegócio nas áreas de grãos, papel celulose, e também ao aumento das frotas particulares de grandes empresas. Além disso, o executivo ressalta que a categoria de semileves entre 3 e 6 toneladas de PBT também “começa a alavancar o crescimento no mercado de caminhões, em parte pelas restrições de circulação de veículos maiores em centros urbanos”.

O mercado de ônibus também continua em crescimento e por isso as projeções para o segmento também mudaram. Para 2019, a entidade agora prevê a venda de mais de 26,7 mil chassis, o que significará um aumento de 36,8%. Antes, a previsão apontava incremento de 19% e o emplacamento de pouco mais de 23,2 mil ônibus.

Para o vice-presidente Sérgio Zonta o desempenho do mercado de ônibus no fechamento de setembro foi extraordinário: em nove meses, o setor emplacou 47% mais chassis do que em mesmo período de 2018, somando 19,8 mil unidades. Assim como em caminhões, no resultado isolado do mês houve queda de 14,2% na comparação com agosto devido ao menor número de dias úteis, para pouco mais de 2,3 mil unidades.


Rod. BR280 km 49,4 - Nr. 7898 - Bairro Guamiranga - Guaramirim - SC

Fone: (47) 3373-6868 - Fax: (47) 3373-2884

E-mail: nostra@nostra.net.br